Congresso Online da Erva-Mate - Conamate

18 de set. de 2020

 

É possível mesmo ter inovação no setor de erva-mate? Seria possível driblar a simples cuia de chimarrão e agregar valor a outros produtos? Esse setor, tão tradicional, acomoda inovações de mercado?

 

Tudo demonstra que sim. O trabalho da Daiane Ehrhardt, juntamente ao trabalho de outros pioneiros do setor, é todo voltado a mostrar o potencial que a planta tem para inovação. “A erva-mate é um produto que possui diversas aplicações e benefícios. É um verdadeiro tesouro, e que só existe nesta região do planeta.” É o que conta a fundadora do congresso.

 



É bem verdade que o mercado de erva-mate, hoje, está praticamente restrito à erva-mate para chimarrão. Contudo, a planta foi apontada pelo instituto Pasteur, na França, em 1964, como sendo um dos alimentos mais benéficos à saúde dos seres humanos. É preciso explorar melhor todas as características e benefícios da erva-mate para a saúde, para que possamos expandir o mercado da erva-mate.

 

Pelo congresso, pode-se entender a importância da cadeia produtiva da erva-mate para a economia dos estados do sul do Brasil. Em especial do Rio Grande do Sul, que têm um plano diretor para direcionamento estratégico da produção da planta.

 

Somente no estado do Paraná, por exemplo, são produzidas cerca de 280 mil toneladas de erva-mate ano. O que representa cerca de 2 bilhões de reais, ou 0,5% do PIB do estado.

 

São abordados assuntos pertinentes a várias etapas da cadeia produtiva. Desde melhorias no sistema de produção, técnicas e equipamentos. Boas práticas na produção. Indicação geográfica, estratégias para marketing da erva-mate, entre outros.

 

Durante o Conamate acontece em torno de 20 palestras, durante 5 dias da semana. Os assuntos vão desde o cultivo até fora da cuia.


A 3º edição do Congresso Online da Erva-Mate deste evento que ocorre nos dias 21 a 25 de setembro de 2020.

 

Para fazer a inscrição acesse: wwww.conamate.com



APROCHEGUE E CONFIRA

0 comentários

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Publicamos nossos posts novos lá no Facebook - caso desejar deixar seu comentário por lá e seguir o blog, o Repórter Riograndense te espera!