domingo, 23 de junho de 2019

Grupo Cuerdas y Sonidos


O Projeto Cuerdas y Sonidos iniciou-se em 2017 com a formação em Duo – Violão 7 Cordas e Violino, trabalhando com resgate musical latino-americano, com interpretações a nível instrumental, de obras que fizeram parte da nossa história e cultura. Projeto esse apresentado através de shows e workshops.

Hoje, com nova formação, agora grupo de amigos de arte e estrada, seguem com o mesmo intuito, oferecendo ao público uma oportunidade para dançar, ouvir boa música e descontrair com a família e amigos.  Hoje, observando o desejo de todos os integrantes, em continuar a pesquisa iniciou-se ensaios periódicos para prosseguir com os trabalhos com o intuito de produzir um produto cultural que seja com total visibilidade e sustentabilidade através da gravação de um CD, por meio de um trabalho colaborativo.

Para construir o trabalho serão convidados músicos, de relevante atuação na música sul brasileira, durante o processo de concepção do disco. Entre os músicos desta nova formação, para a realização desse projeto podemos destacar a presença dos músicos que integrar o grupo Cuerdas y Sonidos: Cesar Augusto Furtado; Felipe Kramer Rodrigues; Guilherme Davi Bragagnolo; Uiliam Michelon Bizotto; Pedro Kikuchi e Tiago Wille.

Cartaz de divulgação e contatos do grupo Cuerdas y Sonidos. Foto: EsthudioF18.


Com o objetivo de resgatar músicas que fizeram e fazem parte da nossa história e cultura e promover a cultura típica latino-americana. As apresentações são estruturadas através de shows com interpretações instrumentais e releituras do grupo. Dentre as obras apresentadas no projeto, inclui-se grandes nomes da música internacional, tais como: Astor Pantaleón Piazzolla, renomado bandoneonista e compositor argentino considerado o compositor de tangos mais importante da segunda metade do século XX, ironicamente, quando começou a fazer inovações no tanto, no ritmo, no timbre e harmonia. Constante Aguer, Mario Del Tránsito Cocomarola, autores da música KM 11, música do folclore argentino, considerado o hino do chamamé. Ramón Sixto Ríos, autor da música Merceditas, uma das mais famosas músicas do folclore argentino e uma das treze músicas mais populares desse país. Carlos Gardel e Alfredo Le Pera, autores do tango “Por uma Cabeza”, no Uruguai e Gerardo Matos Rodríguez, autor do tango La Cumparsita, sendo esse, o tango mais difundido pelo mundo.

Também, ressaltando os vários artistas regionais, como Jayme Caetano Braun, Luiz Rogério Marenco Ferran, mais conhecido como Luiz Marenco. Paulo Henrique Teixeira de Souza, conhecido popularmente como Gujo Teixeira. José Mendes, Luiz Menezes também são relembrados através de suas obras pelo grupo Cuerdas y Sonidos, trabalhando com releituras e interpretações com percussão, acordeon, violão de 6 e 7 cordas. 

Te aprochega e confira o clipe da música de trabalho do grupo Cuerdas y Sonidos, Canto de Protesto, letra e música de Uiliam Michelon:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Publicamos nossos posts novos lá no Facebook - caso desejar deixar seu comentário por lá e seguir o blog, o Repórter Riograndense te espera!