sábado, 1 de dezembro de 2018

Temporal


Uma das músicas que fazem parte do repertório dos concursos de intérpretes peão e prenda nas provas artísticas dos rodeios crioulos é a música Temporal. Muitos participantes de ambos os sexos optam em cantar esta bela canção.

Foto: recantodasletras.com.br

Temporal é uma composição do cantor e guitarrista Sandro Coelho foi lançada no em primeiro CD solo “No Sul do Meu País” em 1996. Anos depois, esta música foi regravada pela cantora e gaiteira Cássia Abreu e fez parte do DVD Festchê II, lançado pela gravadora ACIT em 2004.
Te aprochega e confira a letra completa da música Temporal. A seguir você pode ouvir as duas versões da música nas vozes de Sandro Coelho e Cássia Abreu.

Temporal
Composição: Sandro Coelho, regravada por Cássia Abreu

Sopra um vento forte que é do norte escureceu
Os galhos açoitam as paredes do galpão
Relâmpagos no céu tomam formas de raiz
E trovões tão fortes que estremecem até o chão

/A noite encobre o dia e assusta a peonada
Cavalos galopam loucos pelo campo em disparada
Curvam-se as macegas como quem faz reverência
Credo e cruz meu Deus que tempo feio/

(Depois do temporal as folhas tem tom especial
Homens e animais ficam serenos e lavados de todo mal)

Versão na voz de Sandro Coelho:



Versão na voz de Cássia Abreu:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Publicamos nossos posts novos lá no Facebook - caso desejar deixar seu comentário por lá e seguir o blog, o Repórter Riograndense te espera!