quinta-feira, 8 de março de 2018

Mulher Vacariana


No ano passado, a cantora nativista Shana Müller causou polêmica nas redes sociais com o artigo “Não sou china, nem égua, nem quero que o velho goste”.  


Isso gerou polêmica por partes dos internautas sobre as letras machistas na música gaúcha. Enquanto uns apoiaram a cantora, outros a criticaram porque estas músicas foram gravadas há mais de 20 anos e nunca tinha questionado as letras destas canções.


Para mostrar que a música gaúcha não é 100% machista, neste dia 8 de março de 2018 - Dia Internacional da Mulher - compartilho a letra da música Mulher Vacariana, que ficou eternizada na voz de Wilson Paim em 1994.

Ilustração: João Paulo Maciel de Abreu


Desde já desejamos um Feliz Dia da Mulher a todas as leitoras dos blogs Repórter Riograndense e Mundo em Pauta. Todo dia é Dia da Mulher!




Mulher Vacariana – Wilson Paim


Composição: Dorval D. Dias / Wilson Paim



O rancho é pequeno, o catre macio

A vida no cio, a noite serena

O doce veneno que prende e condena

Lembrando a morena de corpo pequeno



Mulher vacariana olhar de chirua

Num quarto de lua teu sonho declina

Meu mundo se enclina ardendo em desejo

Querendo teu beijo doçura divina

És tu a serrana do meu paraíso

Até no sorriso és pago bendito

É no infinito que tanto procuro

Nos lábios maduros me encontro contigo

Nos lábios maduros me encontro contigo



E quando chegar no fim do meu sonho

Sorrindo proponho jamais separar

Pois quero amar como nunca amei

Afinal te encontrei pra que andejar.



Te aprochega e confira o áudio da música Mulher Vacariana, interpretada por Wilson Paim:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, siga nossa página na rede!