sábado, 15 de dezembro de 2018

A barra do dia (Maria)

Poesia alegra o dia do vivente. Então, vamos mostrar para você essa criação do Roberto Hoffmann, nos versos a seguir.




"Saí com a barra do dia
Bem feliz e satisfeito.
Vou chamá-la de Maria
Pois não vê os meus defeitos;

E de mim sempre está longe
Mesmo assim, saio com ela
Mora lá, no horizonte
Madrugueira essa donzela

Passa o dia, passa a noite
Para ver ela novamente
Madrugada foi pernoite
Lá vem ela de repente

Maria, linda donzela
Antes do dia raiar
Novamente vejo ela
Quando a noite terminar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Publicamos nossos posts novos lá no Facebook - caso desejar deixar seu comentário por lá e seguir o blog, o Repórter Riograndense te espera!