segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Vacaria Nativista

O grupo do Facebook Vacaria Nativista foi criado em 21 de agosto de 2013 pela professora Laurita Baldi, escritora e amante da cultura gaúcha.

Através desse grupo, pessoas de Vacaria e amantes da tradição gaúcha podem trocar ideias, compartilhar história além de conhecer pessoas diferentes.

Logomarca do Vacaria Nativista criada por João Paulo Maciel de Abreu.


Graças ao trabalho de Laurita e da equipe de colaboradores do Vacaria Nativista, a página vem se destacando um importante espaço para manter vivas ao maior pela nossa terra. E através da maior rede social do mundo – o Facebook – está unindo vacarianos espalhados por esse mundo.

Para comemorar os quatro anos do Vacaria Nativista, a professora concedeu entrevista ao jornal Correio Vacariense na edição do 12 de agosto e agora você confere a entrevista completa aqui no Repórter Riograndense.

Como surgiu a ideia de criar o grupo?

Eu havia publicado o livro "Fascínio Carmim", um ano antes, o que me levou a escrever muito e a me envolver mais ainda com o que gosto, que é a cultura. Então pensei em fazer algo prazeroso, mas que ao mesmo tempo tivesse alguma contribuição social. Aí surgiu a ideia de aliar Facebook, que é uma ferramenta ao alcance de grande parte da população que gosta de interagir, culturas gaúcha e local e literatura. Animada, criei o grupo em 21 de agosto de 1913 e fui convidando as pessoas, aos poucos, para fazer parte.

Por que a escolha do nome Vacaria Nativista?

Porque o grupo mostraria, inicialmente, a cultura gaúcha inserida em Vacaria. Mas, aos poucos, com o grupo crescendo, as ideias foram criando leques e a página começou a costear outros caminhos além do nativismo, o que não interferiu no nome, pois ele é chamativo e Vacaria preserva muito a nossa tradição.

Fale sobre a iniciativa de realizar o concurso "Fotografe Vacaria e Campos de Cima da Serra".

Foi ideia de uma das administradoras do grupo, dona Maria Hilda Pinto Dengo. Como no grupo o que predominam são as fotos publicadas pelos membros, de todos os lugares dos Campos de Cima da Serra, resolvemos fazer um concurso para valorizar ainda mais a região e, também, nossos membros. E com o concurso veio a exposição, reunindo uma foto de cada autor e se dividindo pela cidade, tornando-se itinerante (Prefeitura Municipal, Banco do Brasil, Sicredi, Caixa Econômica Federal e UCS).

Quem mais administra a página?

Eu sou administradora-fundadora e temos mais dois administradores: dona Maria Hilda PInto Dento e Ildo Nery. Temos um excelente editor de arte, que é o engenheiro João Paulo Maciel e alguns colaboradores: Antônio Carlos Perugini Maurente (Caxias do Sul), Fabiano Sabino, Maria Ildete Borges da Silva e Guilherme Caon. Eis a equipe Vacaria Nativista.

Atualmente quantos membros o grupo possui?

Mais de 11.500 membros, de todas as partes do Brasil, inclusive no exterior. Destes que estão fora predominam vacarianos que deixaram o município e através da página matam saudades, interagem com os amigos e acompanham o que se passa por aqui.

Quais são os membros mais ilustres - nesse caso, músicos - que participam do grupo?

José Atanásio Borges Pinto, Elton Saldanha, Nilton Ferreira, Jean Kirchoff, Cristiano Fantinel, Cássia Abreu, a qual veio ao 30º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria devido à campanha que o Vacaria Nativista fez em sua página, Jari Terres, Flávio Hanssen, Paulo Ricardo Costa, a esposa do Pedro Ortaça participa bastante, a gravadora Acit, os músicos de Vacaria em sua maioria, Robledo Martins, Fábio Soares e outros. Já tivemos publicação compartilhada por Shana Muller e grandes elogios na página pelo grande Omair Trindade. Um orgulho para nós!

A maioria dos membros do Vacaria Nativista é de Vacaria ou são vacarianos que moram fora da cidade?

Acredito que predomine os que moram aqui, mas tem uma enormidade de pessoas de fora, na sua maioria vacarianos.


Como você a interação entre os membros do grupo, como compartilhar a história de Vacaria e a cultura gaúcha?

De forma muito positiva, há muita interação entre os membros, seja nos comentários, nos compartilhamentos, nas curtidas e nas publicações. Nos últimos 28 dias tivemos mais de 18 mil acessos (envolvendo os três eventos juntos).

Qual é a avaliação que você faz sobre o teu trabalho como administradora do grupo?

Cansativo, mas satisfatório, tanto pessoal quanto ao ver dos membros do grupo, pelas avaliações que fazemos. O nosso forte é valorizar a nossa história, a nossa cultura e a nossa gente. Gostamos de fazer entrevistas com pessoas que fizeram ou fazem a diferença e para quem acha que é fácil, se engana. Nós vamos na casa da pessoa, ou no seu estabelecimento comercial, fazemos a entrevista, tiramos fotos, editamos essas fotos, montamos o texto, enviamos de volta para a pessoa ver se está de acordo e depois publicamos. O que se lê em alguns minutos, demora horas para ficar pronto. Mas a felicidade de ver a satisfação do homenageado no Vacaria Nativista e, principalmente, ver o reconhecimento da comunidade para com ele, não tem preço. Temos um acervo muito valioso de entrevistas e fotos para as futuras gerações. Esta é a importância do grupo.

O que podemos esperar de novidades nos próximos anos?

Temos alguns projetos bem ousados, mas alguns não dependem somente de nós, como a viagem de ferrovia rumo a Lages, onde a natureza é exuberante (já tivemos reuniões com órgãos públicos), o projeto apresentando à Deltasul para grafitar a parede que dá no Camelódromo com os trabalhos dos artistas locais, as exposições e os concursos fotográficos que não deixarão de existir. Já estamos com a quarta edição em andamento e, em outubro, a exposição de nossa autoria com a participação da Câmara de Vereadores, na Semana de Vacaria, que irá florescer o trabalho de Fernando Anello - o homem que fotografou a Vacaria de outrora, com sessão solene para a família, na Câmara.

Faça um convite a todos leitores do Repórter Riograndense para participar do Vacaria Nativista.

É um prazer para nós, recebermos os leitores dessa grande ideia que foi o Repórter Riograndense, alavancando ainda mais a nossa página. Sejam todos bem-vindos, as tramelas estão abertas para todos que desejam valorizar a nossa terra!

Recentemente recebi o convite de Laurita para ser um dos colaboradores da página. Sinto-me honrado em participar deste trabalho em prol da história de Vacaria e cultura do Rio Grande do Sul.

Para quem quiser ser membro do Vacaria Nativista, pode mandar solicitação através do link abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, siga nossa página na rede!