terça-feira, 4 de abril de 2017

Vaneira do Cantador


A música Vaneira do Cantador é uma composição de Gujo Teixeira e Luciano Maia. Esta música participou no 9º Festival Cante Uma Canção em Vacaria no ano de 2014.
Neste festival, Vaneira do Cantador ficou em 3º lugar. Os músicos que interpretaram esta música no festival foram:
Marcelo Oliveira -  intérprete.
André Teixeira - violão e vocal.
Fabrício Ocaña - pandeiro.
Luciano Maia - acordeon e vocal.

Capa do CD Campeirismo vol.10 de João Luiz Corrêa, Foto: site Música Tradicionalista

Em 2015, o cantor João Luiz Corrêa regravou a Vaneira do Cantador que está no CD Campeirismo vol. 10. A versão gravada pelo João Luiz Corrêa concorreu a música do ano no Melhores do Ano da Música Gaúcha realizado pelo blog Repórter Farroupilha do jornalista Giovani Grizzoti.
A Vaneira do Cantador na versão do João Luiz Corrêa não foi a vencedora, mas faz parte do repertório de João Luiz Corrêa & Grupo Campeirismo, melhor grupo de baile de 2016, segundo o blog Repórter Farroupilha.
Te aprochega e confira a letra da música Vaneira do Cantador.
No final da letra você confere dois vídeos:
O primeiro vídeo é da defesa da música no festival Cante um Canção em Vacaria.
O segundo vídeo é o áudio da versão do João Luiz Corrêa que está no CD Campeirismo vol. 10,  lançado em 2015.
Eu ouvi pelo rádio, o anúncio de um baile, na Estrada do Povo
E encilhei de novo meu pingo franjudo, que eu tinha soltado
me esqueci o compromisso, firmei a espora, num trote chasqueiro
que um pingo estradeiro, conhece o caminho, e onde mora o pecado...

Eu atei o meu mouro, na porta da sala, bem junto a ramada
inda de cola atada, de cincha bem frouxa e os pelego virado
Já ouvi de longe o Maneco na gaita, um violão e um pandeiro
E pra entrar no entreveiro, eu disse ao porteiro que vinha apressado.

Foi então que o Maneco abriu bem a gaita, e eu abanei o pala
e ele anunciou pra sala que o cantor do baile, chegou atrasado
eu me fui lá pro palco, ajeitando a melena e o chapéu com poeira
e na mesma vaneira, eu abri bem o peito, nuns verso rimado...

Fui cantando o Gildo, o Walther Morais, o Marenco e os "Monarca"
e floreando outras marcas, que a gaita pedia, um pandeiro surrado
ajeitei minha estampa de índio campeiro, de pala no braço
e estendi um vistaço, cuidando a morena na mesa do lado...

Não é fácil paisano, seis horas de baile, na fanta com canha      
pra um peão de campanha, que lida com potro e banho de gado
pra ajudar no salário, nos fim de semana "se péga" de artista
e a segunda tá vista, é ressaca, e os cavalo de lombo inchado...

Mal deu fim no fandango, amuntei no meu mouro, ali na ramada
dei de rédea na estrada, e o dia clareando, com um sol desbotado
esse pingo que eu falo, conhece na volta uns atalho bem lindo
e eu fui quase dormindo, lembrando a morena, do baile passado...

- Não é fácil paisano, na volta os olhos vêm pequenininho
E o coração deste tamanho...

Vaneira do Cantador sendo defendida no 9º Festival Cante uma Canção em Vacaria:





Versão de Vaneira do Cantador regravada pelo João Luiz Corrêa:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.