Tchê Guri


O Tchê Guri surgiu em 11 de abril de 1990, idealizado pelos irmãos Vargas (Alex, Fabio e Lê). No ano seguinte, o grupo realizou uma turnê pelas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Em 1993, foi lançado o primeiro álbum do conjunto, intitulado Primeiro.

A simplicidade e o carisma destes rapazes fizeram com que as portas da mídia se abrissem já no início da carreira. O Tchê Guri foi à primeira banda gaúcha a ocupar um espaço na mídia nacional. Em 1997 as rádios FM de todo o sul descobriram a música “Guria”, sendo esta a primeira de um grupo regional a tocar neste tipo de emissora. Em seguida viriam muitas outras, abrindo caminho para toda uma geração. Em 11 de Abril de 1999 o Jornal Zero hora dava em sua capa do caderno de cultura a notícia “Deu Tchê Guri Na Cabeça”, mais uma conquista.

A banda acabara de vencer o prêmio Top Of. Mind, como o artista mais popular do RS. “A revista “Isto É” no mesmo ano estampava na sua edição de numero 1556 uma foto do grupo dizendo ser o som do grupo a nova onda de Porto Alegre. Do ano 2000 em diante foram incontáveis as vezes que a mídia estampou matérias falando da continuidade do sucesso do grupo e anunciando seus feitos, sendo o mais recente a indicação ao mais importante prêmio da música latina, o “Latin Grammy”.

Em 2003, lançam o álbum Uma Chuva de Alegria, que teve as participações especiais de Frank Aguiar, Gian e Giovani e Marlon & Maicon.

Em 2009, o Tchê Guri foi indicado ao Grammy Latino na categoria Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras, pelo CD A Festa. Com este mesmo título, o grupo lançou um álbum ao vivo no ano seguinte.

Em 2012 no mês de agosto, eles lançam o CD DNA GAÚCHO, do qual marca a volta deles ao campeirismo, de bota, bombacha, lenço e guaiaca, com músicas inéditas e regravações de alguns sucessos. Dentre as inéditas Régis Marques do Grupo Rodeio compôs a música Daquelas que são Campeira, uma vanera bem do tipo limpa banco e um chamamé contando a história de um cavalo que se ele tivesse dedo nas patas seria um baita gaiteiro Cavalo com Alma de Gaiteiro e Com Sede de Baile uma vanera dançante que fala de baile, rodeio, prenda, cerveja (coisas que a gauchada gosta e curte e faz quando está nas festa, é especialmente aos fandangueiros de plantão que não perdem um baile sequer. E tem as regravações de CD´S anteriores como Fandango Taquitá e Versos de Amor.

No ano de 2013 eles gravaram um DVD na Bahia. Depois de voltar a tocar em CTGs, vestir pilcha e lançar um CD de músicas campeiras, o Tchê Guri decidiu gravar um DVD na Bahia. Não foi em Salvador, terra do axé, dos trios elétricos e do carnaval de rua, mas em Luís Eduardo Magalhães, uma cidade agrícola de 60 mil habitantes localizada a 942 quilômetros da capital e colonizada por gaúchos.

O show será no dia 15 de junho, durante o durante o XVI Rodeio Interestadual do CTG Sinuelo dos Gerais, o “maior CTG do mundo”, O repertório será basicamente o do CD DNA Gaúcho, o melhor de 2012, segundo avaliação do blog. Mas terá ainda regravações de clássicos da música campeira.

O Tchê Guri já obteve dois Discos de Ouro.

Hoje a banda é formada por Lê Vargas (Voz) Alex Vargas (Acordeon) Vladimir (Acordeon) Raphael Rigueira (Guitarra e voz) Cristian Pires (Baixo) Christian Fraga (bateria). A sede da banda é a cidade gaúcha de São Leopoldo/RS.

Te aprochega e faça agora mesmo o download do novo CD do Tchê Guri "Baile Pronto Vol.2". Aproveite esse baita baile.


0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1