Seis Anos



No dia 1º de maio de 2010, um jovem de Vacaria, muito bom em matemática e que odiava português, mas adorava em escrever criou uma conta no Blogger e lançou um blog apenas como um passatempo.

Muita coisa mudou em vida nesses seis anos, abri de mão de fazer um curso na área das exatas para cursar jornalismo, onde enfrentaria as dificuldades da matéria que sempre odiei desde os tempos de escola: o português. Mas como a minha paixão em escrever foi maior, aceitei o desafio.

 A minha paixão pela escrita começou na 6ª série do ensino fundamental em 2005, quando pela primeira vez tive a disciplina de redação dentro das aulas de português. Quando eu falo que não gostava de português era gramatical, como por exemplo, conjugar verbos.

No ensino médio, outra disciplina relacionada com a língua portuguesa pela qual me apaixonei: a literatura. Apesar de ainda não tem lido alguns dos grandes clássicos da literatura brasileira, o quê me impressionou foram as escolas literárias que inspiravam os escritores como o romantismo e o realismo.

Unindo a minha vontade de escrever com as inspirações dos escritores que eu estudava no ensino médio veio à ideia de criar um blog. No início cometia muitos erros de português e não tinha padrão de fonte e tamanho da letra definidos. Demorou dois meses para o blog ter a sua primeira visualização.

Mesmo que ninguém visse as minhas postagens, atualizava em média duas a três por dia, pois acreditava que mais cedo ou mais tarde alguém iria ler o que eu escrevia. Aos poucos fui gostando em manter um blog que quando fui escolher o curso superior que iria fazer não pensei duas vezes em escolher jornalismo.

Em dezembro de 2012 cheguei a abandonar o blog por causa de problemas pessoas em minha vida. Não tinha mais vocação e nem vontade de manter o blog. Mas em maio de 2013, um velho amigo (que prefere ficar no anonimato) me propôs uma parceria entre nossos blogs e assim voltei a atualizar o blog. Esse momento marcou uma renovação na minha vida. Para marcar esse momento, no dia 11 de maio de 2013 mudei o nome do blog para o nome que ele ficou conhecido: Repórter Riograndense.

Foi na faculdade que eu aprimorei o meu texto graças aos meus professores de redação, em especial a três professoras: A professora Fabiana Soares que seguia linha de textos para o jornal impresso, a professora Adriana Palumbo que me ensinou a escrever textos para rádio e a professora Keltryn Wendland que ensinou a escrever para TV. Além dessas áreas, todas elas me ensinaram a escrever textos para assessoria de imprensa. Todas elas são grandes profissionais e me ajudaram a ter um texto de boa qualidade.

Por ter amor pela escrita, sempre tive facilidade para escrever sobre os mais diversos assuntos, mas sempre de escrever sobre as minhas paixões: a tradição gaúcha e o futebol. As inspirações para minhas postagens sempre foi porque desde criança eu era muito curioso e sempre queria o porquê de tudo.

Já são mais de 840 postagens publicadas no blog. Eu tenho algumas postagens especiais para mim:

Formatura Inesquecível: sobre a minha formatura do ensino médio.

De Volta Pra Peleia: Postagem que marcou o retorno do blog.

Sandro Coelho – Ao Vivo Lá Em Casa: Biografia do meu cantor favorito.

Keltryn Wendland: Entrevista com minha querida professora pela qual tenho muito admiração e respeito.

Viagem ao Programa Altas Horas: As aventuras da viagem mais legal que fiz até hoje em minha vida.

Orgulho em Ser Gaúcho: Postagem em que demostro o meu amor pelo Rio Grande.

Versos e Frases para o Truco Gaúcho: A postagem mais visualizada da história do blog.

As redes sociais ajudaram a divulgar o meu trabalho. Atualmente a página do blog no Facebook tem mais de 235 curtidas e perfil do blog no Twitter tem mais de 117 seguidores.

Para mim, cada texto escrito é único, como se eu fosse um artista plástico, mas em vez de tinta e desenho, eu uso as palavras para expressar minhas ideias e minhas emoções.

Hoje, seis anos depois o jovem de Vacaria está quase formado em jornalismo pelo Centro Universitário Facvest – Unifacvest. Tem um blog com domínio próprio. Tem perfis do blog nas principais redes sociais da atualidade. Tem uma legião de fãs e que o passatempo do blog pode virar um instrumento de mostrar o seu trabalho de jornalista para o mundo todo.

Quero a todos que de alguma forma colaboração para o sucesso do Repórter Riograndense como meus professores de jornalismo na faculdade, os blogs parceiros e principalmente ao meu fiel público que me acompanha e torcer por mim. Parte desse sucesso vem de vocês.

Obrigado por vocês sempre acreditarem no meu trabalho!

Um Abraço!


Mateus Silva da Rosa - Repórter Riograndense


Te aprochega e confira outras postagens que marcam o aniversário do blog:

Um Ano do Blog na Net


2 anos na Web

4 anos de blog

5 anos de História

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1