As Redes Sociais


Essa semana, pela segunda vez, o aplicativo WhatsApp foi bloqueado em todo Brasil por ordem do Tribunal de Justiça do estado de Sergipe. A princípio o bloqueio era durar 72 horas, mas em 24 horas o aplicativo já estava funcionado para a alegria de seus usuários.

Enquanto o WhatsApp estava bloqueado, os usuários começaram a baixarem outros aplicativos similares ao WhatsApp como, por exemplo, o Telegram.

Esse bloqueio do WhatApp me fez pensar e também deu origem a essa postagem. Afinal, como nós usamos as redes sociais?

Nos dias atuais é difícil que alguém não tenha pelo menos um perfil em alguma rede social. Quando comecei a usar direito as redes sociais em 2008, as redes sociais na época era o Orkut e o MSN. Hoje ambas as redes não existem mais.

Em 2009 criei uma conta no Twitter, alias nessa rede que tenho meu perfil mais antigo em redes sociais em atividade. No ano de 2010, um amigo me convidou para criar uma conta no Facebook, muito antes de se tornar popular no Brasil. Tenho também, desde a sua criação em 2011, uma conta no Google+.

Atualmente a rede social que mais uso e a que mais gosto é WhatsApp. Tenho também conta no Instagram e há poucos dias criei uma conta no Snapchat.

Antigamente usava o Facebook para criticar e mandar indiretas para meus amigos. Também usava o perfil nessa rede social para expor demais a minha vida, até que um dia mandei uma crítica indireta para uma pessoa que eu gosto muito e acabei magoando essa pessoa.

Para resolver esse mal entendido, recorri a uma boa conversa olho no olho. Nenhuma rede social vai conseguir superar uma conversa frente a frente com qualquer pessoa. Depois desse fato, nunca mais critiquei ou mandei indireta para mais ninguém via redes sociais.

Hoje a minha mentalidade mudou em relação às redes sociais, uso elas para fazer o bem. Nos dois últimos fins de ano, escrevi e mandei mensagens de Natal e Ano Novo para os meus amigos pelo quais tenho mais carinho. Essa iniciativa deu certo que pretendo continuar essas mensagens de fim de ano.

Não só apenas no Natal e Ano Novo que eu uso as redes sociais para mandar mensagens, em outras datas especiais como aniversário dos meus melhores amigos, dia do professor, dia da mulher, dia do jornalista, dia do amigo e o dia das mães.

Como às vezes não tenho como agradecer meus amigos pessoalmente, eu uso o Facebook e o WhatsApp para mandar essas mensagens. Mas para mim, dar um abraço para aquela pessoa em uma data especial, não tem preço!

Eu também uso as redes sociais para me divertir com meus amigos, como por exemplo, a rivalidade entre o Grêmio e o Internacional. Como o meu Inter perde, tenho que aguentar as piadas dos meus amigos gremistas. Mas o Grêmio perde, é a minha de eu tirar sarro da cara deles. Claro que a nossa amizade vai estar acima de qualquer rivalidade no futebol.

Não uso de redes sociais para falar de política, porque vejo gente à mesma família ficarem intrigados por causa de partidos políticos. Eu fico pensando, as pessoas ficam brigando por causa dos políticos, enquanto os mesmos nem se importam por aqueles que os defendem em conversas sobre política.

Mesmo com tantas redes sociais para todos os gostos, nunca irá substituir um abraço, um beijo e dar um elogio na frente daquela pessoa especial. Porque conheço gente que dá bom dia, conversa com todo no grupo do WhatsApp, mas te encontra na rua e nem te cumprimenta e ainda finge que não te conhece. Para mim esse tipo de pessoa não serve.

Gostaria que vocês meus leitores usassem seus perfis nas redes sociais para fazer o bem. Compartilhem boas notícias, divulgar alguma que seja útil para seus amigos e seguidores, mande uma mensagem em alguma especial. Mas principalmente não usem as redes sociais para denegrir a imagem de qualquer pessoa, seja ele seu amigo ou seu inimigo, pois o que você escreve na internet, por mais exclua a postagem, fica gravado e a palavra dita uma vez não volta nunca mais.


Como eu já disse, nenhuma rede social vai substituir uma conversa olho no olho ou um abraço.

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1