Grupo Manotaço


O Grupo Manotaço teve fundação no dia 1° de janeiro de 1988, pelo então músico, idealizador e ex-diretor Rico Baschera, tocando seu primeiro fandango no Distrito de Paiol da Várzea, no município de Ibiaçá-RS. Nessa época, estava no auge a grande difusão da música regionalista gaúcha em todo o Brasil. Ouvir uma música campeira, participar de um baile gaúcho, comer um churrasco e unir as pessoas num conceito de tradição e cultura dentro de um CTG, no Rio Grande ou em outro estado em terras distintas, levando consigo a história, geografia, a arte e cultura do Rio Grande do Sul fizeram com que o Grupo tivesse muitas contratações e amizades. No ano seguinte, em 1989 gravaram seu primeiro trabalho musical em LP, pela extinta Gravadora Isaec, disco então relançado no mesmo ano pela Gravadora Discoteca (atual USA Discos), álbum com o título “Grupo Manotaço – Manotaço Não é Coice”.

 
Essa é a formação atual do Grupo Manotaço

Em 1994, o grupo foi contratado pela Gravadora ACIT e lançou seu 2° trabalho em LP com o título “Grupo Manotaço – Bem À Moda Antiga”, onde se destacou a faixa título do disco, participando de várias coletâneas nesse ano. No ano de 1997, com a inclusão do vocalista e compositor Gracio Pessoa e devido ao grande respaldo, o Manotaço gravou seu 3° álbum com o título “Grupo Manotaço – Coração Nas Esporas” onde fez muito sucesso as músicas “Coração Nas Esporas”, “Machão” e “Camponesa”, que foram executadas em todo o sul do Brasil.


Desde então, o conjunto não parou mais, viagens e turnês que trouxeram consequentemente a ideia de gravar em 2000 o 4° CD “Grupo Manotaço – Coisas de Campeiro” que também se destacou pela faixa título.


Em 2002, foi o ano de lançamento do maior sucesso do Grupo, no 5° trabalho “Grupo Manotaço – Estilo de Domingo” com ochamamé “Baio Crina de Seda”, até hoje muito pedida em rádios e executada em fandangos e shows.


O 6° álbum veio no ano de 2004, “Grupo Manotaço – Campeiro e Cantador”. No ano de 2006 o então gaiteiro, cantor e diretor Rico Baschera deixava os palcos do Grupo Manotaço e assumia seu cargo novos integrantes, BonfilhoGambin e Felipe Gambin, com a mesma ideia de música e tradição. No ano seguinte com novo contrato pela Gravadora Vertical gravaram o 7° CD, “Grupo Manotaço – Foi Deus Que Me Fez Campeiro”. Devido a grande aceitação no meio tradicionalista e fandangueiro, comemorando 20 anos de estrada, o Grupo gravou seu 8° CD em 2009, numa coletânea: “Grupo Manotaço – 20 Anos, 20 Sucessos”, regravando 17 músicas do longo da carreira e incluindo 3 músicas inéditas. Em 2010 foi o ano do 9° trabalho “Grupo Manotaço – Diploma De Campeiro”.


Em 2013 para comemorar seus 25 anos de trajetória, o Grupo lançou seu 1º DVD, um trabalho ao vivo, que leva a marca do Manotaço: “25 Anos, Campeiro e Fandangueiro do Início ao Fim.”

Nesse ano de 2015 o Grupo Manotaço fez turnê pelos os estados de Goiás, Bahia, Rondônia e Mato Grosso para divulgar a música gaúcha fora do nosso Rio Grande, levando a tradição gaúcha para o resto do país. O grupo aproveitou a turnê para divulgar 11º CD e seu 2º DVD com o nome “O Sul Pelo Brasil”.


Tradição e folclore, conhecer a música gaúcha através dos hábitos e costumes do Rio Grande do Sul, onde a lida campeira retrata bem o modo de ser caracterizado pela sua indumentária, seu hábito de tomar chimarrão, ao churrasco, o carreteiro, o gosto pelos cavalos, o gado, a terra, do seu chão riograndense, o carinho à prenda e a fé em Deus, tudo isso é relatado em todos os trabalhos do Grupo, tanto em sua discografia quanto nos palcos, nas rádios, nas entrevistas e no modo de respeitosamente fazer novos fãs e amigos. Um grupo de bombacha! Esse é o GRUPO MANOTAÇO!

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1