Obrigado, Patrão Velho


Patrão velho, muito obrigado, por este céu azul

 

Por esta terra tão linda, pelo Rio Grande do Sul

 

Por ter me feito gaúcho, que veio deste lugar

 

E a lua cheia surgindo, fazendo guascas sonhar

 

Muito obrigado, pelas andanças do pago

 

Pela chinoca faceira e o gosto do mate amargo

 Int.

 

Patrão velho, muito obrigado pelos fandangos de galpão

 

Pelos domingos de rodeio, nos campos do meu rincão

 

Pela geada caindo tornando em branco o capim

 

Por esta chama rebelde que queima dentro de mim

 

Muito obrigado por estas almas andarilhas

 

Que como o vento minuano vagueiam pelas coxilhas

 Int.
 
Intérprete: Garotos de Ouro

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1