Caminhos Distantes


Faz muito tempo que eu deixei a minha terra

 Um pedaço lá na serra que eu guardo no coração

 Peguei a estrada e a vontade de vencer

 Vi o meu guri crescer noutro mundo, noutro chão.

 Busquei caminhos procurando de algum jeito

 Conter a dor no meu peito que judia sem piedade

 E eu trabalhando com meu lenço no pescoço

 Morando no mato grosso hoje minha realidade.

 

 Oh, meu rio grande do sul

 Minha terra tão querida

 Mas é aqui no mato grosso

 Que com todo meu esforço

 Vou construindo a minha vida.

 

 Quando eu ouço no radio uma cordeona

 Pareço um potro na doma corcoveando sem parar

 Mas hoje longe, muito longe do meu pago

 Sorvo o meu mate amargo e me ponho a chorar

 Olhando a tarde vejo o tempo vai passando

 E o meu filho perguntando quando é que vamos voltar

 Talvez voltemos só pra matar a saudade

 Pois agora na verdade o mato grosso é o nosso lar.

 

Intérprete: Os Serranos

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo.

UA-98153082-1