domingo, 12 de setembro de 2010

Serrano, Sim Senhor!



Venho de cima da serra

Sou serrano, sim senhor

Sou um tigre peleador

Guardião dessa fronteira

Sou abridor da porteira

Pra aqueles que vêm em paz

Sou posteiro e capataz

Da invernada brasileira (2x)



Se a minha bombacha é estreita

Não é por falta de pano

Pois a lida de vaqueano

Me proibe o exagero

De diferente é o apelo

E a bota é a sanfonada

Eu herdei das carreteadas

E dos birivas tropeiros



(Refrão)

Me orgulho em ser serrano

Pisador de geada fria

Domador de ventania

Para-peito pro Minuano

Sou gaiteiro veterano

Sapecador de pinhão

No mundo que é meu galpão

Sou monarca soberano (2x)



Trago retrechos na alma

De cordeonas fandangueiras

De guitarras choradeiras

Herdadas do velho mundo

Acordes do Pedro Raimundo

Clarinando a madrugada

Assobiando pela estrada

Na volta de algum surungo (2x)



Pra demarcar a divisa

Plantei a velha bandeira

Levantei esse trincheira

Pra rebater o invasor

Sou eterno bombeador

Da pampa continentina

Tive essa graça divina

Sou Serrano, Sim Senhor!

Composição: Flory Weger/ Jauro Ghelen/ Glauber Vieira.
Intérprete: Os Serranos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por sua participação. Seu comentário será publicado em breve. Caso desejar comentar usando o Facebook, siga nossa página na rede!